De acordo com as novas medidas, o acesso às piscinas está reservado aos moradores e estudantes do concelho, devendo os mesmos apresentar prova de residência. 

Esta decisão, que acresce ao plano de contingência com regras definidas de acordo com a legislação em vigor, incluindo a limitação de pessoas no recinto e as boas práticas higiénico-sanitárias, visa proteger a população do risco de propagação do novo coronavírus ante a evolução da situação epidemiológica e a elevada procura destes equipamentos por utilizadores de outras regiões que, frequentemente, têm manifestado desrespeito para com as normas que têm obrigatoriamente de ser seguidas para a segurança de todos.