A estreia deste espectáculo, prevista para o ano passado, foi adiada, pelas medidas tomadas para contenção da pandemia, tendo o elenco do Fontenova conseguido levá-lo à cena finalmente este ano, no passado mês de Abril.

‘A Paz Perpétua’ chega agora ao Litoral EmCena. Em palco vão estar os actores Carlos Pereira, Fábio Nóbrega Vaz, Graziela Dias, Patrícia Paixão e Sara Túbio Costa.

Depois da grande afluência do público ao espetáculo ‘Tudo É Relativo!’, pelo Teatro da Comuna, que abriu e teve estreia absoluta no Litoral EmCena, as expectativas para o restante programa deixam-nos optimistas.

‘Tudo é Relativo’ teve sala cheia em Sines e em Vila Nova de Santo André e em Santiago do Cacém pouco faltou para a lotação esgotada.

Embora a capacidade das salas tenha sido reduzida, cumprindo as normas da DGS, é com grande satisfação que, enquanto promotores do Litoral EmCena, percebemos a adesão do público.

Esta afluência deixa-nos com boas expectativas relativamente ao projecto que vai trazer à Costa Alentejana 50 espectáculos de teatro ao todo até ao final deste ano.

O Auditório Municipal António Chainho, em Santiago do Cacém, é o primeiro a receber a produção do Fontenova, no dia 10, seguido do auditório da Escola Secundária Padre António Macedo, em Vila Nova de Santo André, no dia 11, e do auditório do Centro de Artes de Sines, no dia 12. O espectáculo tem início às 19h30, sendo recomendado chegar com alguma antecedência.

À entrada dos auditórios estão patentes várias exposições no âmbito do Litoral EmCena, que o público pode visitar sempre que visite os locais, mas pode também aproveitar os dias de espectáculo.

Em Santiago do Cacém, Victormar apresenta ‘A Lagoa’, uma colecção de fotografias que retratam a Lagoa de Santo André, em Vila Nova de Santo André, está patente ‘O que é o Teatro’, da Direção-Geral das Artes, e em Sines, duas mostras em simultâneo de peças produzidas em madeira por dois autores diferentes, por Né Magalhais – ‘Nos Bosques do Demo’ – e por Paulo Pinheiro – ‘N261’.

Os bilhetes para os espectáculos são 5€ para o público em geral, 3€ para idades acima de 65 anos e abaixo de 18 e para sócios da AJAGATO. Os ingressos estão disponíveis para reserva e venda nas semanas dos espectáculos no Centro de Artes de Sines, no Auditório Municipal António Chainho, em Santiago do Cacém, e na Teatroteca (associação AJAGATO), em Vila Nova de Santo André.