Na sequência de uma denúncia, os militares da Guarda deslocaram-se ao local e, após realizadas diligências policiais, detetaram diversas plantas de canábis, tendo detido o seu proprietário. No decorrer da ação foram apreendidas cinco plantas de canábis.

O detido foi constituído arguido e será presente hoje, dia 22 de julho, ao Tribunal Judicial de Grândola.