Momento marcado por uma cerimónia simbólica que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, dos vereadores Albano Pereira, Jaime Cáceres e Margarida Santos, e do presidente da Junta de Freguesia de Santo André, David Gorgulho.

O projeto de requalificação de espaço público no Bairro das Flores teve um investimento total elegível de 1.659.000,00 euros, relativamente ao Bairro do Pinhal o investimento total elegível foi de 1.129.480,41 euros.

Com estas duas intervenções a Câmara Municipal de Santiago do Cacém pretendeu “qualificar a imagem geral dos dois bairros de Vila Nova de Santo André recorrendo ao espaço público para preservar a memória do local, mas garantindo a segurança dos seus utilizadores”.

“Foi efetuada a requalificação e redefinição das áreas de circulação pedonal, viárias e mistas com repavimentação dos passeios existentes, criação de acessos desnivelados às passadeiras, remoção de obstáculos (melhoria da mobilidade e maior acessibilidade); uniformização de ruas interiores do bairro, reestruturação dos espaços verdes; drenagem pluvial; colocação de mobiliário e equipamento urbano, de modo a melhorar a utilização / fruição do espaço”.

Esta obra está integrada no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) da Câmara Municipal (abrange Vila Nova de Santo André os Centros Históricos de Santiago do Cacém, Cercal do Alentejo e Alvalade). A requalificação é financiada por fundos da União Europeia através do Programa Operacional do Alentejo 2020, Portugal 2020 e FEDER.


Comente esta notícia


SINES