Foto: Direitos Reservados

O festival que anualmente junta no concelho alentejano artistas e grupos oriundos dos cinco continentes não realiza este ano devido à situação em que o país se encontra com o alastrar do coronavírus pelo país e pelo mundo.

Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines, entidade organizadora, explicou que, “depois de ponderarmos sobre a situação com os patrocinadores e com os parceiros chegámos à conclusão que não estão reunidas as condições para realizar o festival este ano”.

“Não sabemos como é que o país e o mundo vai estar em julho e por isso decidimos orientar todos os meios disponíveis para evitar o alastrar do coronavírus e no apoio à população do nosso concelho e regressamos depois com o festival em 2021” acrescentou o autarca.

O festival, que cumpriria este ano a sua 22.ª edição, já tinha confirmado nomes como o duo maliano Amadou & Mariam  que iria actuar ao lado do grupo de gospel Blind Boys of Alabama; também a cantora folk norte-americana Rhiannon Giddens, o espanhol Niño de Elche, o britânico Nitin Sawhney, a brasileira Ava Rocha, a chilena Mon Laferte, a palestiniana Rasha Nahas ou os jamaicanos Third World eram presenças confirmadas.

Em 2019 o Festival Músicas do Mundo recebeu 51 concertos divididos por cinco palcos, em Porto Covo e Sines. No total passaram pelo festival cerca de 100 mil espectadores. 


Comente esta notícia


SINES