A intervenção, que representa um investimento superior a 600 mil euros, visa atenuar situações de degradação das instalações escolares ao nível da construção, bem como a criação e a adequação dos espaços letivos e não letivos.

Embora mantendo o número de salas de aula existente - nove salas de aula do 1.º ciclo e três salas de atividades de jardim infantil -, a escola será dotada de mais valências e de mais funcionalidade.

Para além da requalificação das salas de aula referidas, nomeadamente ao nível da eficiência energética, será criada uma biblioteca e uma sala polivalente (com valência de ginásio).

O espaço anteriormente destinado a ginásio, as instalações sanitárias e a sala de professores serão remodeladas.

Também será remodelada e ampliada a cobertura do recreio exterior.

Para o presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, a obra que agora se inicia “vem responder à necessidade de requalificar a escola do ensino básico mais antiga em funcionamento no concelho”.

“Inaugurada em 1984, a escola da Quinta dos Passarinhos precisa que sejam corrigidos problemas de degradação trazidos pelo tempo e precisa também que a sua funcionalidade seja adaptada para as atuais exigências educativas. Com esta obra, garantimos equidade entre todas as crianças do concelho no acesso a instalações escolares modernas, aumentando por essa via a qualidade do ensino".

A “Remodelação e Modernização da Escola Básica N.º 2 de Sines – 1.ª Fase” é uma operação cofinanciada pelo programa operacional Alentejo 2020 / Portugal 2020. O cofinanciamento, à taxa de 85%, incide sobre um custo total elegível de 400 000 €, o que representa um apoio financeiro FEDER / União Europeia de 340 000 € e um apoio financeiro público nacional / regional de 60 000 €.


Comente esta notícia


SINES