Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines garantiu que "estão reunidas todas as condições para que a época balnear decorra sem problemas. Quem procurar as nossas praias durante o verão vai encontrar areais extensos, limpos e seguros. Nos últimos meses melhorámos o acesso a várias praias, com a colocação de novas escadas na praia Grande de Porto Covo, estamos a colocar uma passadeira em madeira para facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida à praia de São Torpes, já que se trata de uma praia acessível”.

Pela primeira vez as praias a norte do cabo de Sines vão ter vigilância, “são praias muito procuradas pela população devido aos extensos areais e por isso decidimos colocar vigilância de nadadores salvadores e melhorar os acessos tal como também fizemos na praia de Morgavel” acrescentou o autarca.

Na conjuntura de pandemia que atravessamos, as praias estarão sujeitas a novas regras de acesso, ocupação e utilização.

Uma dessas condicionantes é a existência de lotação máxima, definida pela Agência Portuguesa do Ambiente, com o objetivo de evitar aglomerações.

No caso das praias de Sines, as lotações definidas foram para a Praia Vasco da Gama (2000 banhistas), São Torpes (2000), Morgavel (400 ou 600, consoante a variação da maré), Vale Figueiros / Vieirinha (1300), Grande de Porto Covo (300 ou 400, consoante a variação da maré) e Ilha do Pessegueiro (700).

Além do distanciamento físico, os utentes devem manter a etiqueta respiratória, limpar as mãos com frequência, depositar os resíduos gerados nos locais destinados a esse efeito e respeitar as orientações das entidades competentes.

Está garantida a segurança de nadadores salvadores, nas cinco praias de Bandeira Azul, Praia Vasco da Gama, São Torpes, Vieirinha, Grande de Porto Covo e Ilha do Pessegueiro e ainda nas praias da Costa do Norte, Morgavel e Samouqueira.

“A segurança dos banhistas é uma preocupação da autarquia, por isso aumentámos o número de praias vigiadas e devido à afluência elevada que a praia de São Torpes registava antes do início balnear, colocamos lá dois nadadores salvadores desde o dia 6 de julho” sublinhou o autarca.

A limpeza diária das praias da freguesia de Sines é garantida pela Câmara Municipal de Sines e a limpeza das praias de Porto Covo é assegurada pela junta de freguesia local, com fundos transferidos pelo município no âmbito da delegação de competências.

Além dos nadadores-salvadores, "que são contratados pelos concessionários e pelo município", a Capitania do Porto de Sines "garante a segurança marítima e a assistência a banhistas, através da Estação Salva-Vidas de Sines", explicou o comandante da Polícia Marítima de Sines, Rui Filipe.

O dispositivo será ainda reforçado com viaturas do programa de vigilância motorizada e com seis militares da Marinha, mais dois do que no ano passado.

"À semelhança do ano passado, vamos contar com duas viaturas todo-o-terreno, do projeto Seawatch, que vão estar estacionadas em Vila Nova de Milfontes (Odemira), para cobrirem o sul e o norte da área de jurisdição da Capitania do Porto de Sines, e um reforço de seis militares da Marinha", explicou.


Comente esta notícia


SINES