No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da Guarda detetaram o casal a dirigir-se para uma zona florestal já referenciada por tráfico de estupefacientes, tendo sido abordados e verificado que tinham em sua posse 192 doses de heroína, o que culminou na detenção de ambos.

A detida estava proibida de frequentar o referido local no âmbito de medidas de coação decretadas num processo anterior também relacionado com o tráfico de droga.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal.


Comente esta notícia


SINES