Um jogo marcado pelo equilíbrio no marcador. Ao intervalo, a equipa da casa perdia por 2 pontos (24-26) e no fim do 3º quarto estava na frente por outros tantos.

O 4º período foi impróprio para cardíacos, com grande entrega das duas equipas e um caudal ofensivo assinalável (37-34 para o BSA).

A vitória decidiu-se apenas no último minuto da partida, com os atletas da casa a serem mais eficientes nos momentos preponderantes. O jogador da casa em maior evidência foi o Gonçalo Tavares, com 25 pontos e 3 assistências.


Comente esta notícia


SINES